quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Aula em Lorena: a audiodescrição e a criação de um roteiro escrito

Ontem, dia 27/10 aconteceu mais uma aula em Lorena. Desta vez o tema audiodescrição trouxe um conhecimento ainda não explorado e, por vezes, desconhecido entre os profissionais desta rede municipal. Apresentei algumas noções teóricas sobre a audiodescrição no teatro, cinema e, principalmente, na educação. Em seguida fizemos vários exercícios, tais como: - assistir a um comercial sem o recurso AD e anotar seus detalhes visuais; - Assistir ao mesmo comercial, com AD, comparando e analisando os detalhes observados e os narrados; - assistir a um comercial sem AD de olhos fechados; - Assistir ao mesmo comercial, com AD, com os olhos abertos e comparar as experiências; - Assistir a vários comerciais com AD, de olhos fechados, imaginando o que estava sendo narrado (relato de experiência); - Novamente, assistir aos comerciais com AD, agora de olhos abertos, contando sobre os detalhes imaginados e os detalhes reais; - Ler um roteiro de AD escrito e assistir ao filme, observando o que estava escrito e o que estava visível; - Realizar a AD de um comercial, sem ensaio e oralmente; - Dentre outras atividades... Para finalizar, a proposta foi criar um roteiro escrito do Comercial da Embratel, compartilhando as criações com toda a turma. Até a próxima!!! Comercial da Embratel: Tem oportunidade que não dá pra perder! Numa esquina um cachorrinho observa, entusiasmado, uma máquina de assar frangos e lambe os beiços. O dono do estabelecimento retira de dentro dela um dos frangos e deixa a máquina aberta. Aproveitando a oportunidade, o cãozinho pega um frango e sai correndo pelas ruas. Várias cenas da cidade se intercalam enquanto ele corre. Uma senhora observa pela janela. O logo da Embratel aparece junto a imagem do cãozinho que para em uma calçada e coloca o frango entre as patas. OBS: Uma música de fundo é reproduzida enquanto as cenas acontecem. Também há mensagem falada pelo locutor.
video

4 comentários:

  1. Que maravilha, Lú!

    E assim vamos disseminando a audiodescrição nos cinemas, nos teatros, na televisão (quando começar) e, como não poderia deixar de ser, também nas salas de aulas.

    Abraço: Paulo Romeu

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha, Lú!

    E assim vamos disseminando a audiodescrição nos cinemas, nos teatros, na televisão (quando começar) e, como não poderia deixar de ser, também nas salas de aulas.

    Abraço: Paulo Romeu

    ResponderExcluir
  3. É isso mesmo Lu. A audiodescrição precisaria existir nas salas de aulas também, não achas? Parabéns pela matéria.

    ResponderExcluir
  4. A audiodescrição é um recurso fantástico de inclusão, estou trabalhando num projeto de um vídeo com esse recurso e durante a elaboração do roteiro tudo fica fantástico. Parabéns professora pela abordagem.

    ResponderExcluir